sábado, 2 de fevereiro de 2013

.

Ele queria ser nuvem
realizou o sonho
desnudou todos os mistérios
se sentiu amargurado
cometeu suicídio mental
acendeu um incenso
e viveu acanhado.

2 comentários:

Lucas Alvim Tomaz disse...

HEUAHUEAUHEUA gostei do acanhado amor, muito imprevissivel.

Ana Laura disse...

hasuhahushuahsuahusa, achei engraçado q esse eu inventei qdo ia postar algum no sua poesia, como nao tinha nd em mente eu inventei na hra e postei